quarta-feira, 13 de julho de 2016

Tangara calophrys

Trabalho finalizado. Tangara calophrys em aquarelas e guache sobre papel de algodão...










Finalizando....

sábado, 21 de maio de 2016

sexta-feira, 1 de abril de 2016

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Retomando as postagens

Depois de quase 2 anos de inatividade, estou retomando as publicações aqui no blog.
Vamos em frente!!!!!

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Baryphthengus ruficapillus

Trabalhando as diferenças entre os planos das matas.
Trabalho o primeiro plano para ver o que falta ao fundo, sem destacar demais um ou outro... equilíbrio com os planos em foco pleno, sem desfoques....a mata ao fundo está sob névoa.







Seguindo com o fundo da ilustração....









Trabalhando o fundo...








Esboço no Fabriano....





Preencher o esboço, rapidamente, com cor é uma boa forma de se achar erros de proporção. aqui usei lápis pastel, sem preocupar com muito esmero. 
Apenas uma forma de se achar possíveis erros.
Mas pode-se criar um esboço mais detalhado, sendo muito indicado para estudos de luz e sombra, por exemplo.





Esboço da próxima prancha!!!!!!
Dessa vez a Juruva (Baryphthengus ruficapillus).
Pousada em um cipó, na beira de um regato que corta a mata.
A voz desse bicho é fantástica no entardecer e no "lusco fusco da antemanhã"!!!



quinta-feira, 19 de junho de 2014

Ilicura militaris

Prancha finalizada!!!






Trabalhando luzes e sombras... isso dá tridimensionalidade aos trabalhos.






Finalizando...








Ilicura militaris em andamento... o macho já bem adiantado e em uma posição que gostei muito de pinta-lo!!!







Um dia de folhas de melastomataceae...





Cuidando do brilho das folhas...






Trabalhando as folhas...





Mais uma prancha em andamento.
Dessa vez uma verdadeira joia da mata atlântica: Ilicura militaris, o tangarazinho.
A planta escolhida para compor o fundo foi a Pixirica (Leandra australis).







domingo, 15 de junho de 2014

Zonotrichia capensis

Iniciando a folhagem onde o casal fez o ninho e a fêmea está perto dos filhotes.
Vou refazer o dorso do macho... muito simétrico!!! Nossa mente é muito lógica para a estética natural!!! Esse é um exercício constante!! Entender a beleza no caos!!!!!!







Macho quase finalizado.
Trabalhando as folhagens....







Seguindo com o cantor das madrugadas!!!
Minha vida é assim assim... onomatopeia do seu canto.
Vocalização do Tico-tico










E o Tico-tico vai nascendo...








De vez em quando é bom limpar a palheta, no caso um prato de plástico, onde faço as misturas... normalmente é uma confusão de tintas que as pessoas não acreditam que dali retiro as cores para as ilustrações. Essa é a base onde faço as cores com guaches. Uso os da marca Talens. Para mim, Fantásticos!!!! 
Vou começar a pintar o macho de Tico-tico.











Procurar a composição correta e posicionar os modelos no lugar certo é o maior desafio da pintura!!




Trabalho iniciado de uma ilustração em formato A3 de um casal de Tico-ticos, apresentando ao fundo uma cena rural, dessas que se guarda com carinho em nossas memórias mais afetivas.
Espero que eu consiga retratar com toda a magia que sinto essa paisagem que é muito importante nas memórias do amigo Jair Lopes e de muitos apaixonados por essas áreas rurais e por esse passarinho tão simpático!!!
O fundo em aquarelas e o primeiro plano, retratando um macho cantando e próximo dele, a fêmea em um ninho escondido em um arbusto e seus filhotes que são muitas vezes os filhos do Chupim (Molothrus bonariensis), será retratado em aquarelas e guaches para dar destaque.






sexta-feira, 6 de junho de 2014

Campephilus robustus

Prancha finalizada!!!






Quase lá!!!!





O macho quase pronto!!!






Seguindo a prancha...









Trabalhando a cabeça do macho..







Seguindo... preciso acertar a parte de cima do tronco, pois ficou desproporcional em relação ao resto dele.





Dessa vez optei por um fundo bem aquarelado.
Assim dou mais destaque ao primeiro plano...








Iniciando a prancha de um casal de Pica-pau-rei!!!







quarta-feira, 28 de maio de 2014

Piaya cayana

Finalizada!!!!!
Espero que gostem!!!






Quase lá.....




Trabalhando o volume.
As cores desse bicho são incríveis!!!!










Iniciando a base da ave. 
 Piaya cayana possui tons maravilhosos de marrons e ocres!!!







Seguindo a floresta...













Trabalhando a floresta no backgroung.
Tenho que trabalhar os diversos tons de verde para dar a impressão de uma mata com diversos planos distintos e não uma massa de verde...







Já indiquei a linha entre a mata ao fundo e a neblina de um céu de inverno.
Iniciando as árvores do primeiro plano...






Base do fundo pronta...






Desenho já no papel definitivo.
Vou iniciar a prancha pela mata do fundo...






Para quem gosta e não sabe, faço os esboços em uma cartolina ou papel sulfite, passo para o vegetal e transfiro para o papel de algodão, onde crio as pinturas em aquarela ou em guache.
Mas o bacana é que você pode aquarelar o vegetal rapidamente para ver se o esboço tá certo e ele não enruga!! Pois uma coisa é o desenho em linhas e outra é o desenho onde você vai criar uma pintura! Os "shapes' são muito diferentes! Experimente copiar os traços de uma foto e pintar!! Não dá certo!! 
O bom desenho para uma ilustração, precisa sempre de uma visão artística do tema!!!





Esse é o esboço do que vai ser a prancha...