quinta-feira, 31 de março de 2011

Tigrisoma lineatum

 Pessoal,
a falta de tempo tá grande!
Por isso a demora nas postagens.
Vou tentar ser mais breve em postar o restante desse
passo a passo.
As aves aqui serão ilustradas em guache, que propicia um volume melhor na pintura de aves que a aquarela pura.
Bem, após esboçar as aves e passa-la para o papel definitivo criei uma base de guache branco puro nos bicos, olhos e patas das aves.
Essa base, que não deve ser muito aguada, nem muito grossa, ajuda no trabalho de volume dessas partes.
Após seca essa base pintei as cores referentes as partes trabalhadas, procurando um tom de médio a escuro.
Sempre gosto de iniciar minhas aves dessa maneira para não deixar para o final esses detalhes tão importantes da anatomia.
Você pode usar um secador de cabelos para agilizar a secagem sem problemas.
Após seca essa segunda pintura usei um pincel quase seco para criar as zonas de luz, retirando um pouco da tinta.
Pode-se usar um pouco de branco puro para indicar as zonas de maior claridade.
Nos olhos, que são amarelados, retiro o preto com o pincel e pinto o amarelo.
Assim consigo um efeito bem melhor que simplesmente pintar o olho de amarelo e depois pintar a íris, já que o contorno do olho também é preto.
Para facilitar essa técnica de retirar um pouco de cor aqui ou acolá é que uso a base branca.
Depois de trabalhar essas partes crio uma base em todo o corpo das aves.
O próximo passo é iniciar o volume do corpo das aves.

2 comentários:

taio disse...

excelent blog

Raphael Dutra disse...

Obrigado Taio pela visita e ajude a divulgar meu blog!!
Grande abraço