segunda-feira, 14 de junho de 2010

Tapirus terrestris

Aqui a prancha finalizada.
Retrabalhei a água, pois não estava satisfeito com o resultado.
Ainda vou dar um pouco mais de ênfase nas luzes e sombras do dorso, mas vou deixar a prancha parada por uns dias, para poder "ver" melhor onde trabalhar.
Sempre que possível gosto de agir desta maneira.
INTÉ!!!!

Um comentário:

JAIRCLOPES disse...

Limerique

De maneira alguma me espanta
Observar essa belíssima anta
Porte de nobreza
Mostra a beleza
Que traços do Raphael encanta.